Notícias

Voltar

Processamento de cana-de-açúcar no Centro-Sul sobe em dezembro

02.01.2018

O volume é 44,49% maior que o total de 7,229 milhões de toneladas moído em igual período da safra passada

As usinas e destilarias do Centro-Sul do Brasil processaram 10,44 milhões de toneladas de cana-de-açúcar na primeira quinzena de dezembro da safra 2017/2018. O volume é 44,49% maior que o total de 7,229 milhões de toneladas moído em igual período da safra passada, informou a União da Indústria de Cana-de-açúcar (Unica) há pouco.

No acumulado da temporada, até 16 de dezembro, o processamento foi de 578,759 milhões de toneladas, queda de 1,73% sobre igual período da safra 2016/2017, quando foram processadas 588,930 milhões de toneladas de cana. O diretor Técnico da Unica, Antonio de Padua Rodrigues, disse, em nota, que a safra está praticamente encerrada na maior parte da região produtora. "deveremos observar alguma moagem residual na segunda quinzena de dezembro e uma quantidade reduzida de cana processada no mês de março", acrescentou.

O levantamento apontou que cerca de 60 unidades produtoras devem continuar operando na segunda quinzena de dezembro. A primeira metade de dezembro manteve o perfil mais alcooleiro do processamento. Com 40,21% da oferta total de cana destinada ao açúcar e 59,79% ao etanol, a produção do adoçante atingiu 506 mil de toneladas na primeira quinzena de dezembro, alta de 34,78% sobre igual período de 2016. No acumulado da temporada de 2017/2018, a fabricação da commodity totaliza 35,586 milhões de tonelada, aumento de 1,45% ante 2016/17. No total da safra, 46,99% do mix de cana foi destinado ao açúcar.

A fabricação do biocombustível somou 494 milhões de litros nos primeiros 15 dias do mês, alta de 46,51% ante igual período da safra anterior, de 337 milhões de litros. Foram produzidos 351 milhões de litros de hidratado (+63,68%) e 143 milhões de litros de anidro (+16,49%). No acumulado da temporada de 2017/18, 24,957 bilhões de litros de etanol foram produzidos, leve avanço de 0,85% sobre igual período do ano passado. Do volume total de etanol fabricado até 16 de dezembro, 14,313 bilhões de litros foram de hidratado, alta de 0,40%, e 10,644 bilhões de litros de anidro, aumento de 1,45% ante o mesmo intervalo da safra passada.

Comercialização de etanol
Na quinzena de dezembro, a comercialização do biocombustível cresceu 15,7% em relação a igual período de 2016, ao atingir 1,158 bilhões de litros. Só o mercado interno respondeu por 1,141 bilhões de litros vendidos, avanço de 17,75% no comparativo anual. Para o diretor da UNICA, "a expectativa é de que o ritmo de vendas permaneça aquecido em dezembro, frente à maior competitividade do biocombustível na comparação com a gasolina".

O teor de sacarose na cana, medido na quantidade de Açúcar Total Recuperável (ATR) por tonelada processada (ATR/t), foi de 126,39 quilos (kg) na primeira quinzena de dezembro, 2,97% inferior ao de igual período da safra passada. No acumulado da temporada, o teor de sacarose está em 137,33 kg de ATR/t, alta de 2,56% sobre 2016/17.